Apresentação

Fundada em 12 de outubro de 2016 com corpo diretor especialista em gestão e governança intersetorial, motivados pela premência de soluções conscientes frente a complexidade da problemática social que assola a realidade que nos cerca, a PONTOS DIVERSOS apresenta o desenvolvimento de uma TECNOLOGIA SOCIAL INCLUSIVA E SUSTENTÁVEL constituída à partir de uma proposta de sociedade mais justa, diversa, economicamente viável e sustentável.

Quem Somos

A PONTOS DIVERSOS ASSOCIAÇÃO PARA PROMOÇÃO DA DIVERSIDADE SOCIOCULTURAL E AMBIENTAL é uma organização privada, sem fins lucrativos, fundada em 12 de outubro de 2016 por um corpo diretor especialista em gestão e governança intersetorial, motivados pela premência de soluções conscientes frente a complexidade da problemática social que assola a realidade que nos cerca, a PONTOS DIVERSOS apresenta o desenvolvimento de uma TECNOLOGIA SOCIAL INCLUSIVA E SUSTENTÁVEL constituída à partir de uma proposta de sociedade mais justa, diversa, economicamente viável e sustentável.

O desenvolvimento da tecnologia social inclusiva e sustentável, parte da abordagem das problemáticas e contexto social apresentado através das especificidades do setor e localidade a ser implementada, resultando na sistematização e organização de um instrumento norteador das etapas a ser aplicado durante a execução dos projetos propostos. O que se pretende nesta metodologia é de forma articulada e complementar, diagnosticar, planejar, implementar, acompanhar, monitorar, avaliar e celebrar, a fim de minimizar ou resolver os efeitos causadores das questões abordadas. Com isso a PONTOS DIVERSOS desenvolve seus projetos visando garantir os conceitos de gestão participativa e governança intersetorial, motivando e mobilizando os atores e instituições envolvidas no processo a acessibilidade, apropriação do desenvolvimento e difusão da tecnologia a ser replicável em outros segmentos e localidades.

Missão

Produzir mudanças efetivas e estabelecer parâmetros de práticas inclusivas e diversas em ambiente sociais e corporativos.

Visão

Ser referência em PROMOÇÃO DA DIVERSIDADE E INCLUSÃO de pessoas fora do padrão sociocultural dominante, favorecendo uma sociedade mais justa, diversa, economicamente viável e sustentável.

Princípios e Valores

Nossa filosofia é construída sob a perspectiva da integralidade humana, e tem como responsabilidade se manter em conformidade com o princípio ético da inclusão e da diversidade, integrados  à concepção de identidade cultural. Fundamentos afirmativos, portanto, da nossa motivação nos processos educativos e na garantia de direitos, com base em atitudes sustentáveis. 

 

Nossa percepção, para que alcancemos os nossos objetivos, considera a universalidade e as relações em redes, sempre conectadas. Dessa forma trabalhamos de maneira cooperativa, participativa, e entendendo a missão individual no contexto do todo, para sermos capazes de aplicar na vida cotidiana aquilo que sonhamos para o mundo.

Âmbitos de Atuação

GESTÃO E GOVERNANÇA INTERSETORIAL
DESENVOLVIMENTO LOCAL
EDUCAÇÃO INCLUSIVA
FOMENTO AO TRABALHO DECENTE
PROMOÇÃO DA INCLUSÃO E DIVERSIDADE
PROMOÇÃO DA SAÚDE E ASSISTÊNCIA SOCIAL
EDUCAÇÃO AMBIENTAL E PARA A SUSTENTABILIDADE
ENFOQUE NA INTEGRALIDADE DA PESSOA HUMANA

Público Beneficiário

PESSOAS EM SITUAÇÃO DE VULNERABILIDADE E RISCO SOCIAL

São múltiplos os conceitos de vulnerabilidade, são vários enfoques que de forma geral, consideramos processos e eventos de riscos e nos baseamos na ideia de que todas as pessoas estão sujeitas a riscos diversos, sejam esses naturais ou provocados pelos seres humanos: riscos naturais, riscos de saúde, riscos ligados ao ciclo de vida, riscos sociais, riscos econômicos, riscos ambientais, riscos políticos.

Segundo Carla Bonzo, a vulnerabilidade geralmente envolve, além da precariedade da renda por um longo período de tempo, necessidades insatisfeitas em múltiplos âmbitos (escolaridade, alimentação, saúde, moradia, trabalho, transporte, etc.), relações sociais fragilizadas, baixa capacidade de mobilização de ativos sociais e aspectos psicossociais negativos. Envolve ainda a dupla dimensão da pobreza: privações materiais e privações de ordem subjetiva, relacionadas aos recursos emocionais e aspectos de natureza psicossocial (valores, comportamentos, atitudes). A fronteira entre o individual (singular, da ordem do sujeito) e o social (território e infraestrutura social).

Segundo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada – IPEA na publicação do Atlas da Vulnerabilidade Social nos Municípios Brasileiros, são consideradas três dimensões para avaliação do Índice de Vulnerabilidade Social que são: IVS Infraestrutura Urbana; IVS Capital Humano; e IVS Renda e Trabalho. Essas dimensões correspondem a conjuntos de ativos, recursos ou estruturas, cujo acesso, ausência ou insuficiência indicam que o padrão de vida das famílias encontra-se baixo, sugerindo, no limite, o não acesso e a não observância dos direitos sociais.

Considerando a complexidade da trama social, a PONTOS DIVERSOS atua no enfrentamento das causas que envolvem as condições de vulnerabilidade, assim como na prevenção à exposição aos riscos sociais.

Pessoas a partir de 14 anos em faixa etária elegível segundo a legislação vigente para aprendizagem profissional. Nos requisitos de seleção para os demais programas será priorizada a condição de vulnerabilidade social, pessoas que foram desfavorecidas na sua condição de dignidade, de segurança econômica e de igual oportunidade, por serem consideradas fora do padrão sociocultural dominante, tais como pessoas com deficiência, LGBTQ+, etnias diversas, entre outros.