09 de dezembro de 2019

Sarau da diversidade produzido pelos aprendizes da Pontos Diversos emociona o público na FLEM

O evento aconteceu no auditório da Fundação Luís Eduardo Magalhães - FLEM, e contou com a presença de Rodrigo Hito, presidente da Fundação.

Nos turnos matutino e vespertino da quinta feira (05/12), houve o Sarau da Diversidade no Compasso da Arte, evento produzido e apresentado pelos jovens aprendizes representantes da produtora cultural da Pontos diversos, que abordou a temática do novembro negro. O sarau contou com diversas performances artísticas, envolvendo teatro, dança, poesia e música, assim como palestras e intervenções com o público, afim de mobilizar reflexões acerca dos temas abordados. O público foi composto pelos funcionários, aprendizes e associados da Pontos diversos, pela equipe da FLEM, e por psicólogas da Secretaria Municipal de Saúde atuantes do CAPSia- Centro de atenção psicossocial infantil.

A temática do novembro negro foi desenvolvida devido a importância da geração de discussões acerca do tema, imposta pela forma de organização social que favorece a perpetuação do racismo estrutural. A percepção dos produtores do sarau frente ao assunto levou em consideração as vivências pessoais deles em relação à situação do negro na sociedade, assim como uma extensa pesquisa que envolveu as questões da religiosidade, criminalização, expressões culturais, empoderamento e visibilidade. 

Os formatos artísticos foram escolhidos como estratégia para gerar sensibilização das mensagens que foram transmitidas, e os jovens se apropriaram das danças enaltecedoras da cultura negra e africana, músicas relacionadas ao tema, declamação de poesias autorais e de outros artistas, e interpretações teatrais criadas por eles. Além disso, o sarau contou com a palestra de Ruth Ferreira, contabilista, secretária executiva formada pela UFBA e estudante de direito da UCSAL, para mediar uma discussão sobre o preconceito religioso, e dois curtas-metragens que trataram também a questão religiosa e a ação da polícia com o povo negro.